Saudade? Ah, ela me sufoca, me perturba, me tira do sério, mas nada que uma humilhada básica resolva. Meu amor próprio geralmente fica lá em baixo, a falta de vergonha na cara me fez querer sempre aqueles que me fez sofrer.”
— Lara Cristina (via teleportear)
Fico muito triste quando percebo a falta de reciprocidade, cuidado e carinho em uma amizade, principalmente se a pessoa é importante pra mim. Mas a vida é assim, não é mesmo? Uns partem, outros chegam. E alguns, raros, permanecem.”
Clarissa Corrêa.   (via desembarcou)
Meu jeito de escrever muda a cada momento. Mas não apago textos antigos mesmo que não seja mais como me sinto. Escritos são registros que não devem ser jogados fora nunca.”
G.  (via teleportear)
Tenho vontade de perguntar baixinho: você não gosta nem um pouquinho de mim? Nem sequer um tiquinho? Eu sempre me apaixono por você. Todas as vezes que te vi, eu sempre me apaixonei por você.
Tati Bernardi (via desembarcou)
Tive vontade de chorar, mas nada saiu. Era apenas uma espécie de doença triste, doença da tristeza, quando você não pode se sentir pior. Eu acho que você conhece isso. Acho que todo mundo conhece isso de vez em quando. Mas acho que eu tenho conhecido isso muito frequentemente; muitas vezes.”
Charles Bukowski.  (via aprendizdepoeta)
Admito que me consumiu, que me corroeu, que me despedaçou. Mas também admito me fez olhar pra frente e entender que tudo nessa vida tem uma razão, e que se você se machuca muito, começa a não doer mais tanto.”
Caio Fernando Abreu.   (via auroriar)
Não se espante. Você deveria saber que tudo que é bom um dia acaba.”
Harry Potter (via odeio-filmes-romanticos)
Nunca desista. Nunca volte atrás. Nunca perca a fé.”
Desafiando Gigantes. (via sou-inseguro)
Tenho uma curiosidade imensa pelo que vai me acontecer.”
Caio Fernando de Abreu. (via vonese)
Saudade dá, sempre dá, mas a gente disfarça, dorme, toma um café e finge que esquece…”
Desconhecido (via romeuemcrise)
tô sem crédito para ligar pra sua opinião, desculpa.
A gente se doa de ponta a ponta e no final você se desaponta….”
Armendro  (via repreendido)
THEME